Trio Rieg (Crédito: Rafael Passos)

Formada pelo norte-americano/alemão Rieg R (voz/sampler/synth), Daniel Jesi (baixo) e Nildo Gonzalez (bateria), a  Rieg é uma banda de trip-hop que acaba de lançar seu disco de estreia, o curioso e devastador 12:00.

Diretamente de João Pessoa (PB), a Rieg é hoje um dos nomes mais interessantes da recente cena independente paraibana. Em 12:00 eles ousam não apenas em suas composições, mas em seu visual, apostando em um estilo oitentista saído diretamente das TVs analógicas. Com sonoridade retrofuturista, o álbum traz letras em inglês, português, alemão e francês, além de receber em seu áudio completo uma finalização em fita cassete.

“Escolhemos esse formato como questão estética mesmo, que fosse plausível dentro da identidade retrô geral do trabalho”, explica o baixista Jesi sobre o áudio através de comunicado oficial da banda.

Ao longo de 12:00 a Rieg conta a história de um garoto que tem de lidar com algumas verdades sobre seu falecido pai, após encontrar no porão de sua casa fitas VHS escondidas. Cada música representa uma cena dos filmes que estão ligados a neurose do pai, provocando assim um jogo de recortes. O resultado é de um experimentalismo ácido, capaz de criar curtos-circuitos na cabeça de quem os vê – e escuta.

Para antecipar essa estreia, a Rieg já havia lançado anteriormente alguns vídeos em formato VHS a partir de samples estranhos, vocais de 8bit melancólicos e imagens aleatórias retiradas de fitas obtidas em fóruns da dark web.

Confira abaixo os videoclipes de “I dont’ Know”, “Leave it To Me” e “witchwitchwitch” e dá uma sacada na viagem audio-visual dos caras:

Doidera.