As esculturas em livros de Thomas Wightman


Thomas Wightman criou essas esculturas para demonstrar uma grande emoção visual. Além de extremamente detalhadas, ele pesquisou os sentimentos e pensamentos de quem sofre de transtorno obsessivo-compulsivo (TOC). As páginas de livros esculpidas trazem uma mensagem especifica.

“Drowning from Obsession” mostra uma barquinho de papel afundando em uma inspiral de obsessão.

thomaswightman4 thomaswightman7 thomaswightman5

Em “My Train of Thought” vemos um trem desgovernado, sem destino.

thomaswightman3 thomaswightman2

“Plagued by Doubt” mostra insetos corroendo o livro por dentro, algo que podemos ver somente ao abrir, e assim significa que podemos esconder as coisas até dos mais próximos de nós e como uma pessoa com TOC pode ficar por dentro caso não procure tratamento.

thomaswightman9 thomaswightman10 thomaswightman1

As esculturas são lindas e a intenção de Wightman era essa: “Eu quero criar uma voz para os que sofrem de TOC  e as emoções sentidas por eles.”

Stephany Quintela desde pequena foi fã de livros e aos poucos passou de “A Fantástica Fábrica de Chocolates” e Harry Potter para Jack Kerouac e Chuck Palahniuk. Sempre gostou de escrever e quando não está criando contos, está falando de livros ou filmes. Muitas coisas podem mudar, mas o que permanece o mesmo é o seu amor por livros. Atualmente escreve no Livros Aquáticos.

livros_aquaticos

Anterior Crítica com Café: Universidade Monstros
Próximo Fotógrafo faz série sobrepondo fotos do passado e presente