Como faturar alto com os melhores robôs do mercado


Operações automatizadas são uma das coisas que eu tenho um grande amor. A primeira vez que tive um contato com alguém que usava robôs foi em 2012 e, de lá para cá, estudei muito sobre o assunto chegando a ser, durante um tempo, desenvolvedor para uso pessoal.

O robô é, nada mais, nada menos, do que uma ferramenta que automatiza alguma operação para você, ou seja, ele pega uma técnica, ou conjunto de regras já existentes e de forma pré-programada por você vai dar compra ou venda.

E há muitas vantagens, entre elas o potencial de operar em um momento inviável, como exemplo, quando se tem uma técnica muito boa de set up (conjunto de regras) e sabe-se que, todo dia às 10h20, exatamente, o índice futuro (contrato futuro derivado do Índice Bovespa, que é uma carteira teórica composta das ações das empresas mais negociadas da Bolsa de Valores) esteja batendo em um ponto positivo, e é certo que dar entrada naquela hora a taxa seria de 90%. Mas se você estiver trabalhando essa hora, o que faz? Configura o robô com todos os pré-requisitos, incluindo a hora que ele deve entrar e sair do sistema.

Eu desenvolvi alguns robôs muito bons. Inclusive operei com deles por algum tempo e, durante um mês, eu passei de R$ 5 mil para R$ 25 mil na minha conta. Foi um robô que me ajudou a ganhar dinheiro.

Em suma, o robô vai servir exatamente para poder automatizar esse processo, seja para pessoas que não têm tempo de operar, seja para pessoas que tenham uma dificuldade no mindset e precisam que alguma máquina opere por elas.

Aqui no Brasil temos algumas empresas de robô, como a Algotrading, do Fabiano Oliveira. Esta é a mais utilizada pelas pessoas e é a que gera o maior número de operações por robô para pessoas físicas no Brasil. Inclusive, possui um robô para fundo de investimento também. Outra solução é a Delta Trader, do Rodrigo Malacarne, que também tem um curso sobre robôs, da qual já ministrei aulas. Além delas existem, também, a Onde, do Henrique Vilela, de robôs investidores que desenvolve robôs incríveis.

Essas três empresas usam o Meta 3, um software necessário para que os robôs sejam utilizados seja no computador, ou na nuvem. A minha sugestão é que você cheque o histórico dos robôs para ver como eles se desenvolve para poder optar por algum deles.

A SmarttBot é outra boa opção, um robô que você pode operar pelo browser, ou seja, você abre o seu navegador, ativa o robô que anteriormente assinado e ele, automaticamente, opera pela nuvem sem precisar instalar nada. E, por fim, o Xeque Mate, da Code Trading. O fundador desta ferramenta, do Flavio Schotgues, atualmente opera cem contratos, que representa uma boa cifra financeira. Se não me engano, ele conseguiu ganhar com um robô cerca de R$ 40 mil, desde o início deste ano, começando com pouco dinheiro.

Nenhuma dessas opções são gratuitas e, é óbvio, que você tem que analisar todo o histórico dos robôs para ver se eles atendem às suas necessidades e expectativas em relação a ganho e, também, sobre risco e perda.

A experiência com robô é muito positiva, ainda dada minha experiência. Hoje em dia existem robôs ganhando dinheiro e é muito válido fazer esse teste. Vale a pena iniciar este uso com baixo investimento e ir aumentando gradativamente, na medida em que vai ganhando.

por Rodrigo Cohen, trader desde 2013, após ter o seu certificado de analista técnico de investimentos. Manteve um escritório de assessoria da XP, foi sócio do Portal do Trader e já foi analista na Rico Investimentos onde apresentava o programa “Ponto a Ponto”

Anterior China e EUA correm na disputa do 5G enquanto o Brasil estagna no 3G
Próximo Dogma lança cerveja envelhecida em barris de vinho Cabernet