Musa Híbrida (Crédito: Eduarda Gaeta)

Texturas, cortes em diferentes planos e saturação digital são algumas das camadas e fluxos imagéticos criados em “Manga Rosa”, novo videoclipe que a banda gaúcha Musa Híbrida lançou no último dia 26 de julho. A faixa integra o trabalho mais recente do grupo, o EP Respirei o Poema Cuspi (2016) e anuncia o novo momento da banda, que passou a integrar o selo pernambucano PWR Records – dedicado exclusivamente a bandas que tenham ao menos uma mulher como integrante. Celebrando as novidades, eles fazem turnê pelo sudeste, passando por cidades como São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba e Belo Horizonte.

Dirigido por Bruna Fortes e a vocalista Camila Cuqui, “Manga Rosa” é como sua própria letra, uma “por*a toda em comunhão”, mesclando numa só produção elementos de linguagens diversas, entre elas artes plásticas – escultura e ilustração -, audiovisual – filmagens em stop-motion, cortes e saturações de imagem -, e música – samples de sopro, com mix de dub e trip hop, baixo e sintetizador.

“A ideia era essa: saturação em camadas e camadas sobrepostas, glitchs, cores digitais, em contraste com o modo bem analógico de gravação do stop motion. Algo que traduzisse a própria canção, permitindo um fluxo de pensamento possível, da criação coletiva, uma colagem de elementos que compõem destoantes, uma só ambiência”, reflete Cuqui. Para o integrante Vini Albernaz, a produção acompanha a música começando devagar com takes da escultura no espaço e “uma certa confusão de planos. Aos poucos passa a assumir as colas, ruídos e o sintético, chegando numa saturação digital”.

Formada na cidade de Pelotas (RS) por Camila Cuqui, Alércio Pereira e Vini Albernaz, a Musa Híbrida produz um som orgânico e eletrônico, utilizando elementos vindos do bandolim, contrabaixo e uma guitarra azul piscina combinada com beats, samples, sintetizadores e ambiências. A banda já possui três trabalhos lançados: Musa Híbrida (2012), Verde Fosco Roxo Cinza (2014) e Respirei o Poema Cuspi (2016). O grupo integra os selos Escápula Records, de Pelotas, e o pernambucano PWR Records.

Serviços tour Sul/Sudeste (Agosto – 2017)

Ponta Grossa (PR)
Data: 04/08/2017
Local: Garden Bar e Petiscaria (R. Ernesto Vilela, 328 – Centro)
Horário: 21h
Entrada: R$ 8

Curitiba (com KATZE) (PR)
Data: 05/08
Local: Veg Veg (R. Visconde de Nacar, 655 – Mercês)
Horário: 19h
Entrada: R$ 10 – R$ 15

Rio de Janeiro (RJ)
Data: 06/08
Local: Motim (R. Julia Lopes de Almeida, 10 – Centro)
Horário: 20h
Entrada: R$ 15

São Paulo (com BEL + DJ Ekena) (SP)
Data: 10/08
Local: Associação Cecília (R. Vitorino Camilo, 449 – Santa Cecília)
Horário: 19h
Entrada: R$ 15

São Paulo (com Supervão + Vathlo) (SP)
Data: 11/08
Local: Breve (R. Clélia, 470 – Barra Funda)
Horário: 20h
Entrada: R$ 15

Campinas (SP)
Data: 12/08
Local: Estúdio Ladrilho (R. Santo Antônio, 307 – Cambuí)
Horário: 19h
Entrada: R$ 15

Sorocaba (SP)
Data: 13/08
Local: Solana Records (R. Manoel Ribeiro de Andrade, 155 – Jardim Prestes de Barros)
Horário: 15h
Entrada: R$ 10

São José dos Campos (SP)
Data: 16/08
Local: Estúdio Wasabi (R. das Lobélias, 96 – Jardim das Indústrias)
Horário: 19h
Entrada: R$ 5

Uberlândia (MG)
Data: 17/08
Local: Vinil Cultura Bar (Av. Segismundo Pereira, 1121 – Santa Mônica)
Horário: 22h
Entrada: R$ 10 – R$ 15

Itaúna (com Bicho Mecânico de Asas + Retrouvailles) (MG)
Data: 19/08
Local: Motorock (Rua México, 340)
Horário: 20h
Entrada: R$ 10

Belo Horizonte (com Mieta + Bicho Mecânico de Asas + Modulário) (MG)
Data: 20/08
Local: Matriz Casa Cultural (R. Guajajaras, 1353 – Santo Agostinho/Terminal Rodoviário JK)
Horário: 17h
Entrada: R$ 15